• Daniella Neves.

Disney aperta cerco contra uso indevido do FastPass.


É difícil acreditar, mas infelizmente ainda tem gente nesse mundão que adora levar vantagem. Na Disney não é diferente, e por causa disso, algumas coisas estão sendo alteradas.

Dessa vez foi a vez do FastPass+. Para nossa surpresa, divulgaram que algumas pessoas burlavam o sistema, marcando FastPass extras através de ingressos de amigos que NÃO estavam no parque, fazendo com que a marcação ficasse esgotada para outros convidados.

Para quem não sabe, se você estiver viajando com mais uma pessoa ou grupo, e um deles decidir na hora que não quer ir na atração agendada, quem for deve levar a Magic Band ou ingresso dessa pessoa, para que o sistema não trave. Aconteceu com a gente anos atrás, mas foi um erro na hora de registrar a Magic Band, que dizia que o marido não tinha usado o FastPass marcado, travando os agendamentos seguintes.

Agora, quando utilizar seu FastPass+, o sistema acusará se a pessoa o marcou com o mesmo ingresso usado nesse dia. Em caso de negativa, o acesso ao My Disney Experience é bloqueado, e a pessoa deverá ir até o Guest Relations para liberá-lo e explicar a situação.

Aconteceu algo parecido com o Memory Maker, o pacote de fotos maravilhoso que a Disney vende para usar nos quatro parques, restaurantes, e complexos, com foto ilimitadas. Até uns dois anos atrás, numa viagem em família ou grupo, todos que estavam no seu plano de viagem no My Disney Experience podiam baixar as fotos da viagem. Porém devido a venda ilegal do pacote, agora somente o responsável pela conta pode baixar os arquivos.

Ainda bem que a Disney está sempre de olho, e esse tipo de situações estão sendo resolvidas, para o bem geral de todos nós.