• Daniella Neves.

Pavilhões no Epcot.




O que torna o Epcot meu segundo parque favorito da Disney? Os pavilhões! E vou te contar abaixo o por quê.


Na matéria Epcot Imperdível, falei que iria "dividir" o parque em dois posts, para facilitar a leitura.


Leia também Epcot Imperdível.


Falando em pavilhões no Epcot... O que era bom se torna ainda melhor quando vocês chegam no World Showcase. Aqui temos uma oportunidade única de curtir e viver um pouco da arquitetura, cultura, degustar comidas e bebidas, e até comprar produtos específicos de 11 países, em um dia só! Aqui, vou dividir com vocês meu "roteiro" preferido pelos pavilhões.


México


Tenho costume, apego, e começo sempre a esquerda, pelo México. Não importa a hora do dia, é sempre hora de beber uma frozen marguarita, e não existe melhor lugar. Poucos passos antes de chegar na pirâmide, dê uma parada no quiosque Choza del Margarita, e escolha um dos três sabores: Limão, morango ou manga. Também existe a opção de misturar os três, pedindo "a Fiesta". Cheers! Ali você também encontra lanches para beliscar.



Entrar na pirâmide também é obrigatório pra mim, principalmente no verão, para pegar um fôlego no ar condicionado. Lá dentro tem uma homenagem ao filme Coco, e também podemos visitar uma feira de artigos e produtos mexicanos, comprar bebidas, e andar na atração Gran Fiesta Tour, aonde podemos ver o Zé Carioca.





O restaurante com vista para a Riviera Maya, precisa de reserva, e vale cada centavo.


Noruega


Terra de Anna e Elsa, aí é que fica a atração Frozen Ever After, dedicada aí filme. Antes da pandemia era possível tirar foto com as irmãs no Royal Sommerhus, mas por enquanto todos os encontros estão suspensos.




O restaurante Akershus Royal Banquet Hall além de lindo, oferece a experiência de uma refeição com as princesas, o que faz com que as reservas se esgotem com meses de antecedência. Então se quiser garantir uma vaga, se prepare seis meses antes, que é quando abrem as reservas.


A loja do pavilhão tem muitos produtos bons, roupas de frio rsrs, e um perfume maravilhoso que vale a pena dar uma borrifada kkkkkk, chama-se Laila. E sim, eu passo o perfume.


Alemanha


Alemanha também tem meu coração, por causa da loja Karamell-Küche que vende pipocas caramelizadas dos sonhos, pela cerveja, pela arquitetura. Mas te digo, se você nunca provou, não gaste seu dinheirinho com o pretzel, é ruim. Se tiver com fome, e gostar da culinária alemã dê preferência ao restaurante que tem serviço buffet com preço fixo.





Ah, a cerveja não pode faltar! Sente ali no jardim e olhe o movimento, é maravilhoso. Se bem que isso vale pra todos os pavilhões...


China


Na China, além de ser deslumbrante, tem que passear pelos jardins e construções, ver os acrobatas que fazem apresentação de tempos em tempos, beber uma bebida típica, um chá, e com sorte ver a princesa Mulan.


Se quiser fazer sua refeição por lá, tem duas opções, restaurante e fast food. Eu nuca comi na China, embora goste bastante.




Itália


Nada como provar um cannoli, pizza no Via Napoli, sentar na imensa praça, assistir show dos artistas que tiram boas risadas do público, ou ver o World Showcase das pontes desse pavilhão. Aliás, as pontes são o melhor local para os fogos noturnos, viu?


A loja é boa, aliás sempre são.




Estados Unidos


Hummm, não tem muito o que conhecer já que já estamos no país. Porém o ponto alto fica para os shows que acontecem no palco a frente. Inclusive durante o Food & Wine Festival, acontecem shows maravilhosos Ali! Já tive a alegria de ser surpreendida com o show do Sugar Ray e Hanson's.





Ali vocês encontram ao ar livre um fast food que oferece brisket, feito nos tonéis. Um ótimo lugar para comer, já que é muito amplo e normalmente vazio.


Japão


Incrivelmente lindo, tudo lindo. O Japão possui quatro opções de restaurantes, e a MELHOR loja entre todas. Vá sem pressa, é a loja mais aleatória que existe. Vocês vão encontrar desde bonsai, incensos, meias, produtos cosméticos, roupas, doces, Pikachus, até a possibilidade de levar uma pérola pra casa! Sim, lá dentro tem um aquário e todas as ostras possuem pérolas. Ao valor de 17 dólares você pode tentar a sorte de escolher uma delas, e quem sabe vir uma pérola rara. Se quiser, ainda pode fazer uma jóia ali mesmo com sua pérola, pois tem uma joalheria ao lado do balcão.


O show de tambores também é bonito de ver, se você estiver por ali.





Marrocos


Tem que andar pelas ruas, descobrir os cantinhos, e olhar as lojinhas. Eu normalmente vou ali a procura do Alladin rsrs, ele e Jasmine podem ser vistos nesse pavilhão.





França


Oh lugar charmoso! O jardim com a fonte, creperia, a melhor sorveteria, lojas, perfumes, restaurantes maravilhosos.





Bem no fundo do jardim temos acesso ao Beauty and The Beast Sing Along. Tive a alegria de conhecer em 2020, quando a atração tinha acabado de abrir. É um cinema e a ideia é que a gente cante a trilha do filme. Eu que nem gosto de cantar, amei kkkkk. Contém ironia, viu?


Esse pavilhão terá sua ampliação aberta ao público em 1° de outubro, em comemoração aos 50 anos do Walt Disney World. Como parte das reformas do parque, uma nova área de Paris dará acesso a atração Remy's Ratatouille.


Reino Unido


Amooo, e passo um tempo ali, depois de pegar um chopp no balcão externo do pub Rose & Crown. Pega essa dica rsrs!


De posse do seu drink, caminhe pelas ruas de Londres até chegar no jardim lá atrás. Ali tem um coreto, e tempo em tempo acontece show de bandas como British Revolution, que tocam clássicos dos Beatles, Led Zeppelin. Então sente-se na calçada e curta.


Quando o show acabar, aí sim visite as lojinhas. Nessa altura do campeonato, sempre deixo meus dólares por ali kkkkk. Tem desde louças, perfumes, até biscoitos e uma variedade de chás Twinings, inclusive edições limitadas.





Canadá


Bom o mais lindo daqui é realmente as paisagens, no fundo do pavilhão vocês verão até uma cachoeira.


A atração que tinha aqui, era um cinema 360º que mostrava o país e sua história, porém se encontra fechado. E só aconselho se você estiver com tempo ou amar o Canadá, não acho imperdível. O restaurante é tido como um dos melhores do parque, e também o mais caro.



E aí, me digam se vale ou não fazer as atrações da "primeira metade" do parque sem perder tempo, e depois dar esse passeio? Por isso afirmo para vocês, ESQUEÇAM essa história de fazer dois parques no mesmo dia. Isso é só desperdício de tempo e dinheiro.


Cheguem no horário de abertura do parque, e se permita viver tudo o que ele oferece. Boa viagem!